• Pedro Moacir Joazeiro

TEU PREÇO DE VENDA ESTÁ CORRETO?

Atualizado: 7 de Mar de 2018



Atualmente nos deparamos com uma constante necessidade de adequar nossos preços de vendas ao que o mercado onde atuamos nos exige ou deseja pagar e, salvo casos muito raros (produto exclusivo, por exemplo), é este mercado que determina o nossos preços e faz com que muitos empresários tenham um esforço enorme em se adequar a esta realidade.


Não raro encontramos empresários ou indústrias sem uma clareza de seus custos, sem uma gestão continuada destes custos e tão pouco, uma atuação realmente adequada na formação dos seus preços de vendas. Existem empresas e/ou profissionais que fornecem consultorias específicas neste objetivo, desenvolvendo planilhas de custos, mark-ups para a formação dos preços de vendas e tudo isto de forma independente, ou seja, com dados coletados de diversas fontes da empresa cliente, depois digitados em planilhas.


Por anos aqui na Integrum, acompanhamos empresas que de uma forma ou outra investiram nestes serviços e/ou consultorias externas obtendo resultados do conhecimento de seus custos e até ferramentas (planilhas de cálculo) para a formação dos preços. Mas não incomum, logo na sequencia, tão logo findado o período da consultoria tudo ficava estático, sem atualização, os empresários/empresas seguem com seu mapa de custos sem serem atualizados e/ou criam algum tipo de indexador para se atualizarem, sem aferir se de fato as relações de despesas condizem com seus “novos métodos” de atualização (quando o fazem, pois muitos deixam assim mesmo) dos indicadores de custos.


Então, o que fazer?

Crie uma rotina de vincular todas as suas despesas, todos os dispêndios pagos pelo caixa de sua indústria em um conjunto adequado de CONTAS DE DESPESAS (nós chamamos aqui na INTEGRUM de contas orçamentárias), não muitas, não muito abertas, pois quanto mais abertas, mais trabalhosa vai ser a rotina do operador e assim, maior a probabilidade de ser deixado de lado. Quando dizemos “não abrir muito” queremos nos referir que não há necessidade de detalhar cada por menor das despesas, por exemplo:

  • MÃO DE OBRA DIRETA NA PRODUÇÃO: Esta despesa é composta por salários, encargos sociais e benefícios diversos pagos aos funcionários desta conta específica – Deixemos tudo numa única conta.

Mas o que é relevante é o total destes dispêndios, pelo menos num primeiro momento, e explicamos:

- Quando uma indústria consegue VISUALIZAR suas despesas de forma CLARA E OBJETIVA E MENSALMENTE perceber suas variações, conta a conta, já se tem uma visão clara de qual ou quais deverão “ser abertas” para melhor entendê-las e sobre elas agir. Mas este conjunto de contas serve de fato para a indústria construir o seu MAPA DE ALOCAÇÃO DO CUSTO HORA (MACH) e a partir dele, aí de forma detalhada, o seu MLC (Mapa de Localização de Custos).


O que é o MLC e o que é MACH?

MLC (Mapa de Localização de Custos) é uma ferramenta para o lançamento dos custos e despesas da Empresa, classificadas por Grupos, Centros de Custos e Contas, o que permite uma melhor visualização dos gastos e que auxilia na tomada de decisões dos Gestores. Por conta deste MLC, ou um “MLC SINTÉTICO” necessita-se determinar o custo hora dos Postos de Trabalho da Empresa e a isto chamamos de MACH – Mapa de Alocação de Custos Hora, para que a partir destes seja possível identificar o custo de fabricação de um determinado produto, as suas margens de contribuição no mix de produção/venda e não menos importante a formação do preço de venda destes produtos.

IMPORTANTE: Custo do produto é a soma dos custos (líquidos) dos materiais adquiridos e aplicados diretamente nos produtos mais os custos de fabricação dos mesmos, ou seja, os valores referentes ao tempo que cada produto consome em seu processo de transformação nos postos de trabalho, multiplicados, estes tempos, pelo custo hora de cada posto de trabalho de seu roteiro de fabricação.

Aqui na Integrum iniciamos definindo estas contas de despesas, e garantimos o lançamento sistematizado, pois adequamos o sistema INTEGRUM para exigir o lançamento de todas as contas a pagar neste conjunto de CONTAS DE DESPESAS (Contas Orçamentárias), garantindo assim que sempre teremos este controle para localizar os totais destas despesas mês a mês.


Desenvolvemos uma planilha (hoje uma tela do sistema) para distribuir/ratear o valor destas despesas sobre os recursos de fábrica (postos de trabalho) tendo claro quanto custa à hora de cada equipamento fabril/posto de trabalho por onde o produto fabricado possa passar. Tendo claro, desta forma, não só o custo dos materiais, mas também o custo operacional (custo de fabricar o produto). Deste ponto oferecemos uma vasta possibilidade mark-ups para o Usuário desenvolver os preços de vendas considerando impostos, comissões, frete, royalties, etc... e, vislumbrando o melhor retorno ao seu negócio.


De olho no preço, ele assegura as oportunidades que sua Empresa necessita.


Equipe Integrum.

FALE CONOSCO
       +55 51 3527.6619
comercial@integrum.inf.br
Rua Santo Ângelo, 506 - Bairro Guarani, Novo Hamburgo / RS

© 2018 por Integrum Inteligência Industrial.